Últimas Notícias

Descumprimento de contrato faz Goiás buscar rescisão com Dryworld

Imagine só um time profissional de futebol ter de sair comprando camisas do próprio clube para cumprir um contrato. Foi o que aconteceu com o Goiás em 2016. Assim como Atlético Mineiro ( veja matéria ) e Fluminense ( veja matéria ) a equipe esmeraldina também teve problemas com a empresa canadense Dryworld, que é a fornecedora de materiais esportivos do clube. O contrato de cinco anos assinado em janeiro será rescindido após várias cláusulas terem sido descumpridas.

Uma das mais curiosas diz respeito ao contrato com a Caixa Econômica Federal, patrocinadora master do Goiás. De acordo com o presidente Sérgio Rassi, o acordo prevê que o clube goiano envie algumas camisas ao banco estatal mensalmente.

Entretanto, sem o fornecimento combinado com a Dryorld faltaram exemplares para o próprio Goiás, que também ficou sem material de viagem, jogo de uniforme para o time sub-20 e para as escolinhas e também com material escasso para o profissional. 

"Ficamos sem material de viagem, sem agasalhos, sem uniformes para as categorias de base. Tivemos de falar para nossos atletas não trocarem as camisas depois das partidas. Chegamos ao absurdo de ter que comprar camisas do nosso próprio time em lojas para cumprir o contrato com a Caixa Econômica. No contrato estabelecido ficou definido que precisamos enviar algumas camisas todo mês", revelou Sérgio Rassi ao GloboEsporte.com.

O presidente esmeraldino afirma que o Goiás terá novo fornecedor em 2017, mas ele ainda não pode ser revelado diante do imbróglio judicial que se estabeleceu. O Goiás já fez duas notificações para a rescisão de contrato.

"Fizemos duas notificações, como tem que ser feito. Não fomos atendidos. Várias cláusulas não foram cumpridas. Mandamos a rescisão e estamos esperando a resposta. Já buscamos um novo parceiro porque temos a Copa São Paulo pela frente, as competições de escolinha e também do profissional. Já estamos fechados com outra empresa, ainda não podemos anunciá-la por conta deste imbróglio", acrescentou o dirigente goiano.

Além da falta de fornecimento de material esportivo, a Dryworld também não cumpriu, de acordo com Sérgio Rassi, os acordos financeiros. Um exemplo citado pelo dirigente foi a própria festa de lançamento dos novos uniformes, bancada pelo clube.

"Não honraram muitas coisas, inclusive os valores que foram acordados. Tinham de ter pago uma quantia anual, mas isso não foi feito. Nem mesmo a festa de inauguração pagaram. O acordo era que o Goiás custeasse e fosse ressarcido, mas isso não aconteceu", disse Sérgio Rassi.


Compre camisas do Goiás e de outros clubes e seleções de futebol, além de vários outros artigos esportivos na Fut Fanatics.

A Classic Football Shirts possui a maior coleção de camisas internacionais de futebol. A loja faz entregas no mundo todo e usando o cupom "SDC10", o leitor terá 10% de desconto em qualquer item.

https://goo.gl/GbDxHF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Show de Camisas Desenvolvido por Show de Camisas Todos os Direitos Reservados

Site Show de Camisas - www.showdecamisas.com.br - Todos Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.