Últimas Notícias

Bósnia: A novidade da Copa do Mundo de 2014

Arrasada pela guerra no inicio da década de 90 e vitima do maior genocídio ocorrido na Europa desde o holocausto, a Bósnia ressurge ao mundo desta vez através do futebol. A seleção conseguiu um feito histórico, para lavar a alma de um país até outrora embebido em sofrimento. Conseguiu garantir a classificação para a Copa do Mundo de 2014 ao conseguir a primeira posição do seu grupo nas eliminatórias, que contava também com Grécia e Eslováquia, duas equipes presentes em 2010 na África do Sul.


Para se ter ideia do que essa classificação representa para o país, a agencia Reuters estimou cerca de 1 milhão de pessoas nas ruas de Sarajevo, capital nacional, comemorando a classificação logo após a partida vencida por 1x0 contra a Lituânia fora de casa, que definiu o feito histórico ao país.



O país denominado República da Bósnia e Herzegovina é reconhecido independente desde 1992, porém sua história vem desde o século VII, quando ainda parte do Império Bizantino os primeiros povos colonizaram a região. A partir do século XV se tornou parte do Império Otomano, momento em que a religião islâmica se tornou parte fundamental da cultura do povo Bósnio. Após a primeira guerra mundial se tornou parte da Iugoslávia, sendo anexada a Sérvia.


O nome Bósnia e Herzegovina se deriva das duas regiões históricas que constituem o país. Ao contrário do que aparenta a Herzegovina não é e nem nunca foi uma república autônoma da Bósnia, e sim a parte sudeste que compreende a única ligação do país com o mar, um istmo que atravessa a Croácia e também os Alpes Dináricos que fazem a fronteira com Montenegro. Autônoma porém é a República Servia da Bósnia, uma faixa territorial que ocupa praticamente todo o norte do país.


A maioria étnica da região é de sérvios que eram favoráveis a anexação deste território bósnio junto a Sérvia, porém com denominado o Acordo de Dayton em 1995, foi estabelecida a permanência do território junto a Bósnia com a condição de autonomia e participação política da República Servia no governo presidencial da Bósnia. Este acordo também selou o fim do derramamento de sangue oriundo do confronto.


Devido então ao tamanho contraste nas três etnias predominantes no país: bósnios muçulmanos, sérvios ortodoxos e croatas cristãos, o governo do país funciona como um sistema único chamado tripartidarista, para tentar garantir poder de voto e equilíbrio político entre todas as partes. No próprio futebol isso se repercute, existindo no campeonato de futebol da Bósnia duas federações, uma da própria Bósnia e outra da República Servia, garantindo equipes participantes de ambas as repúblicas no certame. A segunda divisão do país é formada por dois campeonatos distintos, um de cada federação/república.


Sobre a seleção de futebol, não há distinção entre as repúblicas, sendo considerados selecionáveis todos os jogadores nascidos no território compreendido do país. A equipe nunca havia passado das eliminatórias europeias, tanto pra fase final Eurocopa, tanto pra Copa do Mundo. Nas ultimas edições para a Copa do Mundo de 2010 e para a Eurocopa de 2012, ambas as vezes a Bósnia se classificou para a repescagem e ambas as vezes foi eliminada pela seleção de Portugal. A evolução do futebol do país é clara nos últimos 10 anos e a classificação da Copa do Mundo de 2014 é a consolidação deste crescimento.


Como grandes destaques do futebol bósnio tivemos primeiro Hasan Salihamidzic, um dos nomes mais complicados da história do futebol. Esse caricato jogador que teve ótima passagem pelo Bayern de Munique onde foi campeão mundial em 2001 e conquistou por 4 vezes a Bundesliga. Outro fato curioso é que ele estava de férias na Indonésia em 2008, quando ocorreu um grande tsunami na região. O jogador inclusive gravou um vídeo mostrando o momento em que a onda atingiu o continente. Atualmente a seleção é comandada pelos atacantes Ibisevic do Stuttgart e Dzeko do Manchester City
 

Já a camisa titular da Bósnia segue a cor predominante na bandeira, o azul marinho. O uniforme reserva é o branco, cor da primeira bandeira do país utilizada até 1998. Os uniformes são fornecidos pela italiana Legea.


Clique no link para você encontrar uma lista completa com diversos cupons e ofertas com descontos em artigos esportivos.

https://goo.gl/GbDxHF

A Classic Football Shirts possui o maior acervo de camisas originais de futebol ( clubes e seleções ). A loja faz entregas no mundo inteiro.

https://goo.gl/GbDxHF

Diversos livros sobre camisas de clubes nacionais, internacionais, seleções, Copas do Mundo e tudo que for relacionado com futebol.

http://bit.ly/showlivros

Nenhum comentário:

Postar um comentário


A Classic Football Shirts possui a maior coleção de camisas internacionais de futebol. A loja faz entregas no mundo inteiro.


Show de Camisas Desenvolvido por Show de Camisas Todos os Direitos Reservados

Site Show de Camisas - www.showdecamisas.com.br - Todos Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.