Últimas Notícias

Montenegro: Pouca idade mas com muita história pra contar

Quem não se lembra do “grupo da morte” da Copa do Mundo de 2006, que contava com a renovada Holanda de Van Basten, a Argentina de Carlitos Tevez e Riquelme com a então promessa Lionel Messi em seu primeiro mundial, e também da sempre indigesta Costa do Marfim de Didier Drogba.

Pois bem, num grupo tão forte, quem acabou sendo um verdadeiro saco de pancadas com direito a um sonoro 6x0 da Argentina foi a curiosa seleção da Sérvia e Montenegro. A Sérvia podemos dizer que é a remanescente direta da República da Iugoslávia, país do general Josep Tito e do campeão mundial de 1990, o Estrela Vermelha de Belgrado.



Já Montenegro por outro lado era a desconhecida e ao lado de Kosovo, a única república não independente dos sérvios até aquele momento. Independência que ocorreu no mesmo ano de 2006, aonde 55% da população disse SIM ao referendo e foi as ruas comemorar o surgimento do mais novo país da Europa até os dias atuais.

Montenegro em sérvio significa Crna Gora, literalmente “terra da colina negra”. Em 2006 mesmo estando representado com seu nome ao lado da Sérvia, o país não contou com nenhum jogador na competição, já que seu grande craque, Mirko Vucinic, havia se lesionado e cortado poucos dias antes do inicio da Copa. Já independente começou a trilhar seus caminhos a partir de 2007, quando derrotou a Hungria na capital Pogdorica por 2x1 em seu primeiro jogo amistoso.


O maior feito do país no futebol até o momento ocorreu em 2011, quando a seleção atingiu a 16ª posição no ranking da IFFHS, feito esse creditado em sua maior parte a dupla de ataque do país formada por Mirko Vucinic e Stevan Jovetic, ambos jogadores de sucesso pelo futebol italiano.

Em sua primeira competição oficial da UEFA disputou as eliminatórias para a Euro 2012, aonde ficou em segundo lugar num grupo que também contou com Inglaterra, Suíça, Pais de Gales e Bulgária. Na repescagem, entretanto perdeu a chance de disputar a Eurocopa ao ser derrotada duas vezes para a República Tcheca.

A camisa da seleção, assim como calção e meias titulares da seleção montenegrina é vermelha com detalhes em amarelo, tal como o escudo de sua federação. O vermelho e amarelo do escudo da federação provem das cores da bandeira do país, que são em homenagem as cores do brasão da família do Rei Nicolau I, importante aliado de sérvios, croatas e eslovenos durante a invasão otomana nos Balcãs na primeira guerra mundial e principal figura histórica montenegrina.
 

Também presente na bandeira e no escudo da federação de futebol está o falcão de duas cabeças, símbolo adotado em 2007 para representar a independência do país. Em função deste falcão, a seleção de futebol  recebeu a alcunha de “Bravos Falcões”.

O segundo uniforme da seleção é predominantemente branco e não representa nenhuma cor especifica da heráldica do país. Este segundo uniforme foi adotado graças a um padrão recomendado pela FIFA, que para evitar que seleções entrem em campo com uniformes de cores parecidas em suas competições, recomenda que um dos uniformes seja de cor branca. Quem fornece os uniformes para seleção de Montenegro desde 2007 é a italiana Legea.
 

Clique no link para você encontrar uma lista completa com diversos cupons e ofertas com descontos em artigos esportivos.

https://goo.gl/GbDxHF

A Classic Football Shirts possui o maior acervo de camisas originais de futebol ( clubes e seleções ). A loja faz entregas no mundo inteiro.

https://goo.gl/GbDxHF

Diversos livros sobre camisas de clubes nacionais, internacionais, seleções, Copas do Mundo e tudo que for relacionado com futebol.

http://bit.ly/showlivros

Nenhum comentário:

Postar um comentário


A Classic Football Shirts possui a maior coleção de camisas internacionais de futebol. A loja faz entregas no mundo inteiro.


Show de Camisas Desenvolvido por Show de Camisas Todos os Direitos Reservados

Site Show de Camisas - www.showdecamisas.com.br - Todos Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.