Últimas Notícias

Espanha: Um país, várias nações - Parte 01

A Espanha atraiu a atenção de milhares de fãs de futebol nos últimos cinco anos devido ao espetáculo proporcionado por seus atletas e a dois títulos consagrados: a UEFA Euro de 2008 e a Copa do Mundo de 2010. Por trás do sucesso futebolístico alcançado pelos espanhóis recentemente, está uma seleção de jogadores que ilustra a variedade de nacionalidades dentro da Espanha. Então surge a pergunta: existe uma identidade espanhola real ou apenas identidades regionais que coexistem dentro do território espanhol?

O Reino da Espanha possui uma população de mais de 45 milhões de habitantes e o 51° maior país do mundo em relação à área territorial. Dentro da unidade política espanhola está o pioneirismo nas Guerras de Reconquista contra os árabes no século XV e a formação de um Estado centralizado, que reuniu os diversos cristãos espanhóis. A união dos reis católicos Isabel de Castela e Fernando de Aragão cria o Reino da Espanha.

Entretanto, não se pode dizer que a unificação espanhola conseguiu agradar a todas as nações existentes no reino. No século XX, durante a ditadura de Francisco Franco, catalães e bascos passaram a ser perseguidos mais intensivamente, já que apresentavam ameaças ao regime de Franco. Desde então, a Espanha convive com a constante ameaça do grupo terrorista basco ETA, que quer a criação de um Estado independente para o País Basco.

Na volta para a democracia, o governo espanhol lançou o Estado das Autonomias, pelo qual o país se constituiria em uma federação onde cada nação teria o direito de exercer certa autonomia sobre sua comunidade. Entretanto, ainda existem movimentos separatistas na Catalunha, na Galícia e no País Basco.

Esta grande variedade de povos dentro da Espanha também influenciou no futebol. Cada comunidade autônoma possui sua própria seleção nacional e seus torcedores fanáticos. Ao todo são 17 seleções: Andaluzia, Aragão, Astúrias, Cantabria, Castilla y León, Castilla La Mancha, Catalunha, Comunidade Valenciana, Extremadura, Galícia, Ilhas Baleares, Ilhas Canárias, La Rioja, Menorca, Murcia, Navarra e País Basco.

Estas seleções autônomas disputam desde 1999 a Copa das Regiões da UEFA, uma espécie de competição para comunidades europeias que não são independentes politicamente. As comunidades autônomas espanholas são as maiores vencedoras deste campeonato com dois títulos, sendo um do País Basco e o outro de Castilla y León. 

Ao longo deste mês, apresentaremos cada seleção autônoma dentro do território espanhol e desbravaremos as curiosidades acerca destas equipes nacionais que não são reconhecidas pela FIFA.



Clique aqui e leia também a Parte 01 desta matéria.
Clique aqui e leia também a Parte 02 desta matéria.
Clique aqui e leia também a Parte 03 desta matéria.
Clique aqui e leia também a Parte 04 desta matéria.
Clique aqui e leia também a Parte 05 desta matéria.

Clique no link para você encontrar uma lista completa com diversos cupons e ofertas com descontos em artigos esportivos.

https://goo.gl/GbDxHF

A Classic Football Shirts possui o maior acervo de camisas originais de futebol ( clubes e seleções ). A loja faz entregas no mundo inteiro.

https://goo.gl/GbDxHF

Diversos livros sobre camisas de clubes nacionais, internacionais, seleções, Copas do Mundo e tudo que for relacionado com futebol.

http://bit.ly/showlivros

Um comentário:

  1. Sim, e Espanha é realmente um país,subdividido em várias nacionalidades distintas. Mas por outro lado, é interessante, pois deveria ser uma região do mundo bem mais explosiva do que o é.

    ResponderExcluir


A Classic Football Shirts possui a maior coleção de camisas internacionais de futebol. A loja faz entregas no mundo inteiro.


Show de Camisas Desenvolvido por Show de Camisas Todos os Direitos Reservados

Site Show de Camisas - www.showdecamisas.com.br - Todos Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.