Últimas Notícias

As fabricantes esportivas no Campeonato Brasileiro 2016

O jornalista Matheus Mandy elaborou um levantamento com as empresas fabricantes de material esportivo que fornecem uniformes para os 64 clubes que disputam a temporada 2016 do Campeonato Brasileiro de futebol, nas Séries A, B e C, além dos quatro que subiram da Série D.

A pesquisa apontou que a Kanxa é a que mais possui clubes, seguido da Umbro, enquanto a Topper, Adidas e Super Bolla aparecem em terceiro lugar empatadas. Confira abaixo:

8 Clubes
Kanxa - Luverdense, Bragantino, Boa Esporte, Mogi Mirim, Macaé, River, América-RN e Oeste.

7 Clubes
Umbro - Atlético Paranaense, Cruzeiro, Grêmio, Chapecoense, Joinville, Bahia e Vasco.

6 Clubes
Adidas - Palmeiras, Coritiba, Sport, Ponte Preta, Flamengo e Botafogo-SP.
Super Bolla - CSA, São Bento, Moto Club, ASA, Confiança e Botafogo-PB.
Topper - Botafogo, Ceará, Náutico, Paraná,Brasil de Pelotas e Remo.

3 Clubes
Dryworld - Fluminense, Goiás e Atlético Mineiro.
Rinat - CRB, Vila Nova-GO e ABC.

2 Clubes
Lupo - América Mineiro e Figueirense
Nike - Corinthians e Internacional
Numer - Sampaio Corrêa, Atlético-GO

1 Clube
Kappa - Santos
Penalty - Santa Cruz
Puma - Vitória
Under Armour - São Paulo
GSport - Tupi
vettor - Tombense
Unieex - Portuguesa
Pulse - Guaratinguetá
Clanel - Ypiranga
Joma - Guarani
Rota do Mar - Salgueiro
Ícone - Volta Redonda
Fila - Avaí
Embraex - Criciúma
Karilu - Londrina
Tubarão Sports - Cuiabá
Lobão - Paysandu ( Marca Própria )
19Treze - Juventude ( Marca Própria )
Leão 1918 - e Fortaleza ( Marca Própria )

Algumas curiosidades deste ano:

Kappa - Apesar de ter assinado com o Santos este ano, a empresa perdeu todos os demais clubes que possuía no Brasil, graças a falência da Kappa Brazil: Fortaleza, América-RN, Juventude, Criciúma, Portuguesa, Brasil de Pelotas e Goiás. Como o Peixe tem contrato direto com a Kappa Italy, ele não vem encarando problemas.

Marca Própria - O Paysandu foi o verdadeiro pioneiro, após terminar sua parceria com a Puma. De olho no sucesso da estratégia dos paraenses, Criciúma, Juventude e Fortaleza, que rescindiram com a Kappa, também apostaram nas marcas próprias.

Nike - Só neste ano perdeu Santos e Coritiba, e só segue com Internacional e Corinthians.

Penalty - A empresa brasileira só não está fora deste levantamento graças à crise financeira da Dryworld, já que a empresa canadense furou e não cumpriu um pré-contrato assinado com o Santa Cruz, fazendo os pernambucanos desistirem de sair da parceria com a Penalty. Além disso, também perdeu Cruzeiro e Bahia para a Umbro e o Ceará para a Topper. Muito pouco, para quem há pouco tempo ainda tinha contratos com São Paulo e Vasco.

Puma - A gigante alemã perdeu três dos seus quatro clubes, ficando apenas com o Vitória. O Botafogo cansou dos atrasados aos lojistas e rumou para Topper, enquanto o Atlético Mineiro aceitou proposta da Dryworld, e o Paysandu resolveu investir na Lobo, uma marca própria.

Super Bolla - A empresa comprou os direitos da Rinat e da Numer no Brasil e as distribuiu em seu vasto cardápio de clubes.

Topper - Após um longo hiato, a empresa brasileira mudou seu modelo de gestão e voltou a investir pesado. Acertou um contrato milionário com o Botafogo - um dos maiores do país, superando até mesmo a parceria entre Nike e Corinthians. A empresa também conseguiu tirar o Náutico e o Remo da Umbro, o Ceará da Penalty e o Paraná da Errea, além de ter firmado compromisso com o Brasil de Pelotas.



A Classic Football Shirts possui a maior coleção de camisas internacionais de futebol. Entregas no mundo todo.

https://goo.gl/GbDxHF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Show de Camisas Desenvolvido por Show de Camisas Todos os Direitos Reservados

Site Show de Camisas - www.showdecamisas.com.br - Todos Direitos Reservados. Tecnologia do Blogger.